4 métricas digitais que você precisa acompanhar com sua agência

Muitos gestores focam nos resultados, mas será que se lembram do monitoramento? Pode ter certeza que, tão importante quanto colocar a mão na massa e executar um bom trabalho, é manter o controle sobre tudo o que está sendo feito. Só assim você garante um desempenho ainda melhor e detecta possíveis erros na execução das estratégias.

Pensando nisso, resolvemos abordar, no post de hoje, algumas dicas importantes para que você consiga monitorar o desempenho de cada um dos colaboradores e as ações de marketing realizadas na sua empresa. Confira a nossa lista com 4 métricas digitais que você precisa acompanhar agora!

1. CAC (Custo de Aquisição do Cliente)

A primeira dica que será abordada por nós, no post de hoje, é o CAC (Custo de Aquisição do Cliente). Ela é essencial para o marketing digital, uma vez que tem como objetivo descobrir o quando a sua empresa gastou para transformar um lead em um cliente do negócio.

Com ela, você pode verificar o nível de eficiência da sua estratégia de marketing, e descobrir maneiras de fazer mais com menos. Como calcular? Você deve dividir todos os investimentos realizados para adquirir um cliente pelo número de clientes conquistados.

2. ROI (Return On Investiment)

Das métricas digitais, certamente essa é uma das mais usadas. Afinal, o ROI (Return On Investiment) tem como objetivo descobrir qual foi o retorno financeiro de uma ação de marketing ou, ainda, de uma longa campanha. Tem um propósito semelhante ao CAC, afinal, também estamos verificando a eficiência da estratégia.

O ROI é indispensável, e seu cálculo e extremamente simples. Para descobrir o resultado, basta somarmos todo o retorno obtido com marketing, subtrairmos do investimento realizado e, por fim, dividirmos pelo valor do investimento.

3. LTV (Lifetime Value)

Complementar ao CAC, nós temos o LVT (Lifetime Value). Basicamente, o LTV tem como objetivo descobrir qual é o retorno financeiro que cada cliente traz para seu negócio, considerando, é claro, o custo inicial da conversão que conseguimos com o CAC  — por essas e outras, a métrica é fundamental.

O cálculo do LTV é um pouco mais complexo, no entanto, é fundamental. Nesse caso, é melhor seguirmos as fórmulas da operação.

Em primeiro lugar, é importante descobrir o valor médio de retorno de um cliente ao longo do tempo:

(Valor médio da venda) X (Média de tempo de retenção em meses)

Depois disso, você vai calcular todos os custos e despesas relacionadas a esse clientes ao longo do período estipulado.

(CAC) + (Despesas com suporte) + (Custo de retenção)

Depois disso, basta que você diminua o valor da receita pelo da despesa. Pronto, ai está o seu LTV!

4. Taxa de conversão

Para concluir, é claro que em uma lista de métricas digitais não poderíamos deixar de lado a taxa de conversão. Com ela, podemos descobrir qual foi o sucesso de determinada ação. A ideia é descobrirmos se as abordagens realizadas junto aos clientes realmente geraram a ação esperada.

A taxa de conversão pode ser usada em qualquer tipo de situação. Será que os clientes assinaram a newsletter por conta de uma ação de marketing? Realizaram compras como esperávamos?

Para calcular, basta tomar o total de abordagens entre os clientes e dividi-lo pelo número de ações que realmente ocorreram como o pretendido.

Gostou do nosso post sobre métricas digitais? Então, que tal conferir nosso post com 4 dicas para você reduzir o custo de aquisição de clientes?

CTA SEO para Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *