Entenda as diferenças entre website, hotsite e landing page

Você certamente é especialista em alguma coisa, certo? E não é terrível quando leigos confundem conceitos que para você são extremamente básicos? Eficácia com eficiência? Sorvete com sorbet? Harmonia com melodia? Não dá, não é mesmo?

No mundo do marketing digital também existem termos que provocam muita confusão, principalmente porque fazem parte da realidade de todo mundo. Ao terminar a leitura deste artigo, você saberá, como um profissional, as diferenças entre website, hotsite e landing page. Então não deixe de conferir agora mesmo:

Website: a página básica

O website, que, por sua onipresença, pode ser chamado simplesmente de site, é a unidade básica da World Wide Web como a conhecemos — daí os sites terem “www” como parte do endereço. A maior parte dos sites é uma coleção de páginas hospedadas em um mesmo domínio.

Sites podem ser — e muitas vezes são — constantemente atualizados, mas mantêm o mesmo design por muito tempo. Eles são, ao mesmo tempo, o cartão de visitas, a brochura e o catálogo da empresa. A identidade visual de um site diz muito sobre uma organização, seus valores e ofertas. Idealmente, deve ser muito fácil achar, no site, o endereço físico, o telefone da empresa, exemplos de seu trabalho, e-mails e formulários de contato.

Muitas empresas, desde o varejo às companhias aéreas, fazem de seu site institucional também sua loja virtual. O cliente frequenta o mesmo site para conhecer produtos, entrar em contato para reclamar ou tirar dúvidas e fazer compras.

Hotsite: aqui e agora

Como diz o nome, hotsites são quentes. E, como tudo mais que é quente, o hotsite eventualmente esfria. Hotsites são páginas perecíveis criadas para durar poucos dias ou até alguns meses.

Um evento ou congresso, por exemplo, pode ganhar um hotsite, em que será muito fácil achar a programação, conferir fotos do evento anterior, saber dicas de transporte e hospedagem e, inclusive, fazer as inscrições. Se sua empresa fizer uma promoção na qual os participantes concorrem a uma viagem, por exemplo, essa promoção pode ter um hotsite exclusivo, constando o formulário de cadastro, o regulamento, as descrições dos prêmios e assim por diante.

Para anunciar um novo produto, fazer uma campanha especial de arrecadação de agasalhos, captar leads de quem compareceu a certo evento ou hospedar os vídeos de sua campanha publicitária para o verão, o hotsite é a melhor alternativa.

Landing page: preparando a aterrissagem

A landing page é mais um conceito do que um formato. Faça uma busca no Google e clique em qualquer resultado: isso é uma landing page. Ou, ainda, navegue no Facebook e clique em um anúncio: isso também é uma landing page. A landing page nada mais do que a página onde o usuário pousa depois de clicar em um link. Assim, a landing page pode ser, inclusive, um hotsite.

No mundo prático, porém, a landing page é normalmente mais específica que isso. Ela é cuidadosamente pensada para receber um público já interessado e selecionado — por ter clicado no link —, tratando de oferecer alguma coisa de maior valor, que pode ser um produto digital gratuito — como um e-book — em troca do preenchimento de um rápido cadastro, ou pode ser a página final de vendas, a última coisa que o usuário lê antes de digitar o número do seu cartão de crédito.

Sites, hotsites e landing pages, como sorvetes e sorbets, formam, cada um, uma ciência à parte.

E então, pronto para usar sites, hotsites e landing pages de forma eficiente no seu negócio? Agora que você entendeu, comente e compartilhe conosco suas impressões e eventuais dúvidas. Participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *