SEO para Iniciantes: 6 ferramentas que você precisa conhecer

Falar de SEO para iniciantes é um pouco complicado por se tratar de um assunto que, para esse público, parece ser muito técnico.

Na verdade, entender o que é e como funciona o SEO não tem nada de muito complexo. O que muitos sentem dificuldades é na hora de aplicar suas técnicas.

Entretanto, a tecnologia tem sido uma grande aliada para as pessoas que ainda não são experts em SEO.

Atualmente, existem inúmeras ferramentas que dão uma mãozinha para operar grande parte das otimizações para motores de busca.

Neste artigo, você conhecerá 6 ferramentas essenciais para ajudar no gerenciamento do site ou blog da sua empresa.

Explicaremos brevemente como funcionam e como podem ser úteis em suas estratégias. Confira!

1. Google Keyword Planner

A primeira consiste na busca e análise de palavras-chave. O Google Keyword Planner é uma plataforma gratuita que oferece ideias de palavras-chave para termos que você pesquisa.

Essas sugestões são baseadas na relevância dessas palavras, mostrando suas estimativas mensais de volume de busca e sua concorrência nos leilões do Google Adwords.

Por exemplo, se você está procurando por palavras-chave para um artigo que você vai escrever em seu blog sobre “vantagens de um sistema de gestão empresarial”, então a ferramenta vai oferecer sugestões das melhores palavras-chave (as mais buscadas e menos concorridas) de acordo com esse tema.

2. Google Trends

O Google Trends é uma ferramenta de análise de tendências sobre palavras-chave e categorias de temas. Ela é de grande auxílio para definir os assuntos que você abordará em um determinado período de tempo.

Quando você pesquisa por “Black Friday” no Google Trends e define uma linha do tempo para filtrar os resultados, por exemplo, perceberá em quais períodos do ano e em quais regiões esse termo é mais procurado.

Enfim, é uma maneira inteligente de antecipar os desejos do público e entregar o que eles mais esperam no tempo certo.

3. Yoast SEO

O Yoast SEO é um plug-in para o WordPress. Essa ferramenta funciona como uma espécie de consultor em SEO para os administradores de páginas.

Quando você está terminando de escrever um conteúdo para o blog, por exemplo, o Yoast SEO apontará sugestões de melhorias a serem feitas para otimizar a página para os buscadores.

Entre as melhorias, podemos destacar a configuração da meta descrição e de títulos, verificar o uso da palavra-chave durante o texto etc.

4. Google PageSpeed Insights

O Google PageSpeed Insights é uma ferramenta de análise de fatores internos de SEO para sites. Seu foco está na velocidade de carregamento das páginas, um dos principais critérios de ranqueamento do Google.

A plataforma aponta, em uma escala de 0 a 100, o quanto a página monitorada está otimizada. Além disso, oferece sugestões de melhoria, como redução no tamanho de imagens e scripts que atrasam a abertura do site.

5. Google Search Console

O Search Console tem uma função parecida com a do PageSpeed Insights.
Entretanto, uma diferença importante é que as análises feitas por essa plataforma são mais amplas e não se resumem apenas à questão da velocidade.

Essa ferramenta é capaz de encontrar erros de rastreamento, avaliar links internos e externos, detectar as páginas não indexadas no Google etc.

6. Majestic SEO

A última ferramenta indicada trata da análise de SEO off-page, ou seja, dos critérios de ranqueamento que fogem do controle interno do site.

O Majestic consiste em uma ferramenta completa que, entre outras funções, avalia uma página ou domínio com base no número de links externos recebidos, nos domínios que enviam esses backlinks e nas palavras-chave que mais redirecionam links.

É uma ótima plataforma para monitorar a relevância do seu site e de concorrentes. Existe uma versão gratuita, porém a paga oferece mais recursos de análise.

Com o apoio dessas ferramentas, operar as técnicas de SEO fica bem menos complicado.

O mais interessante é que, além da maioria ser gratuita, essas plataformas atuam em diversas áreas estratégicas, da escolha de temas e palavras-chave até a análise interna e externa de sites.

Assim, quando bem utilizadas, podem dar aquele empurrão para as suas páginas figurarem entre as mais bem posicionadas no Google.

Você gostou deste texto e quer aprender mais sobre SEO para iniciantes? Assine nossa newsletter para acompanhar mais conteúdos como esse!

CTA SEO para Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *