6 métricas que os gestores precisam ficar de olho!

Definir e acompanhar boas métricas para gestores é um importante passo para qualquer negócio, seja ele uma startup ou grande corporação. Afinal, com os indicadores corretos, é possível tomar decisões de forma mais ágil e assertiva.

Mas você sabe em que um gestor precisa ficar de olho? Criamos um post com 6 métricas para acompanhar resultados em uma organização. Acompanhe!

1. Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

Esse indicador é usado para saber quanto se investe, em média, para adquirir cada cliente da empresa. O cálculo é relativamente simples e envolve o valor investido na aquisição sobre o número de clientes conquistados com a ação. Assim:

CAC = valor investido (marketing e vendas) / número de clientes adquiridos

Se o custo por aquisição estiver elevado, é possível eliminar os investimentos que têm menor retorno ou elevar a eficiência das ferramentas utilizadas, aumentando a captação de clientes por valor investido.

2. Ticket Médio

O Ticket Médio é usado para mensurar o valor médio das vendas da empresa. Quando o ticket é elevado e os custos são baixos, a empresa é saudável e atraente para investidores. Para mensurar o ticket, a seguinte fórmula é aplicada:

Ticket Médio = faturamento bruto / número total de vendas

O período de faturamento calculado fica a critério do gestor e pode ser mensal ou anual. Ao acompanhar o valor médio das vendas, é possível ter um controle financeiro muito mais eficiente.

3. Retorno Sobre Investimento (ROI)

Das métricas para gestores, o ROI talvez seja a mais utilizada pelas empresas. Com ele é possível saber se os investimento aplicados (treinamentos, softwares, máquinas, etc.) têm realmente trazido o retorno desejado. A fórmula é bastante simples:

ROI = (retorno obtido – investimento feito) / investimento feito

Para definir o valor do investimento feito, é importante calcular os custos indiretos. Imagine que você comprou uma nova impressora. Além do custo direto com a máquina, é importante analisar também os custos indiretos envolvidos nessa aquisição, como o papel, a tinta, etc.

4. Lifetime Value (LTV)

Philip Kotler, um dos maiores profissionais de marketing da atualidade, afirma que reter clientes custa de cinco a sete vezes menos do que investir para conquistar novos. Entretanto, você sabe como mensurar o valor da “vida útil” dos seus clientes?

Esse é o objetivo do LTV, que pode ser calculado assim:

LTV = ticket médio x média de vendas por cliente ao ano x média de anos de relacionamento

Lembre-se que hoje é impossível pensar nos clientes como uma única transação financeira. É necessário criar uma relação longa e lucrativa. Ao calcular o LTV, é possível compreender o quanto é vantajoso investir em uma relação de ganhos dos dois lados.

5. Net Promoter Score (NPS)

Esse indicador é utilizado para medir a satisfação dos clientes, classificando-os como detratores, neutros ou promotores da marca. Para medir o NPS, você deve pedir que seus clientes respondam uma questão: em uma escala de zero a dez, sendo zero o menor e pior valor, o quanto você nos indicaria para um amigo?

Colete o máximo de feedback possível. Notas de 0 a 6 indicam clientes detratores, que falam mal da marca. Notas de 7 a 8 são clientes neutros. 9 a 10 são clientes promotores, que divulgam a marca positivamente para seus amigos.

6. Rotatividade de funcionários

Também conhecida como turnover, essa métrica é usada para mensurar a evasão dos funcionários durante um ano inteiro de atividade. Um turnover elevado representa perda de recursos financeiros e de profissionais talentosos e promissores. Ele pode ser calculado da seguinte forma:

Turnover = número de desligamentos em 12 meses / número de funcionários no mesmo período

O ideal é uma rotatividade em torno de 5%. Se estiver maior, é necessário investir no bem-estar dos funcionários, na comunicação interna e em um sistema de meritocracia. Dessa forma, será possível reter os talentos em sua empresa.

Agora que você conhece as principais métricas para gestores, que tal continuar por dentro de outras novidades sobre marketing e negócios? Assine gratuitamente a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *