Saiba as diferenças entre marketing de conteúdo, inbound e automação

Conceitos como marketing de conteúdo e inbound marketing ainda são bastante desconhecidos no mercado, o que só tende a dificultar o planejamento dentro do marketing digital. Para se obter os resultados esperados, a empresa precisa ter bem claro qual tipo de estratégia vai usar, sob o risco de desperdiçar seu orçamento tentando atrair um público que não apresenta o perfil ideal para adquirir seu produto ou serviço e que hoje se encontra imune a qualquer tipo de spam ou propaganda invasiva.

Neste post, você vai ficar por dentro de 3 estratégias de atração de clientes, além de saber como elas podem — e devem — se complementar em prol das suas metas. Confira!

Marketing de conteúdo

Conforme os consumidores foram adotando um comportamento menos passivo diante da propaganda — muito em função de informações abundantes contidas na internet mobile — as empresas sentiram necessidade de entrar na roda e produzir conteúdo qualificado, que, de, alguma forma, agregasse valor às suas marcas sem que fosse preciso impor o produto aos seus potenciais clientes. Surgia aí o marketing de conteúdo, que auxilia o consumidor em sua jornada de compra, eliminando objeções por meio da criação e distribuição de conteúdos de valor, até que ele eventualmente se torne um cliente.

Inbound marketing

O inbound marketing é um termo defendido pela referência mundial Hubspot como o “novo marketing”. Isso porque ele visa ganhar a atenção dos consumidores sem lançar mão das técnicas invasivas tradicionais que incluem desde telemarketing até aqueles banners chatíssimos, tipo splash, que cobrem a tela do usuário. Para fazer com que o visitante se mova dentro do funil de vendas e mantenha-se convertendo até se tornar um cliente, o inbound recorre, entre outras táticas, ao marketing de conteúdo, que pode ser usado em todas as etapas: Atração/ Conversão/ Fechamento/ Encantamento.

Automação

A automação, como o próprio nome já indica, é nada mais do que fazer a engenhoca do marketing de conteúdo e inbound marketing funcionar por conta própria, sem que você precise frequentemente interferir no conteúdo ou na estratégia. Nesse sentido, o e-mail marketing entra como uma das principais ferramentas de distribuição de conteúdo. Na automação de e-mail marketing, as mensagens são programadas para serem disparadas para as personas de acordo com a segmentação ou com a etapa da jornada de compra em que se encontram, podendo ser usadas tanto para nutrição quanto para conversão.

Se você está convencido em implantar uma ou mais dessas estratégias no plano de marketing da sua empresa, é preciso lembrar que, embora o custo do digital seja relativamente mais baixo do que o do marketing tradicional, modalidades como o inbound demandam acompanhamento constante de métricas. É que são os números de visitantes e taxa de rejeição, por exemplo, que vão realmente dizer se suas campanhas online deram certo ou precisam de ajustes.

E você, quer aprender mais sobre marketing de conteúdo e ter acesso a mais conteúdos como esse? Que tal dar uma curtida na nossa página do Facebook e ficar por dentro das novidades?

CTA SEO para Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *