SEO: quanto custa fazer?

SEO não é mais um bicho de sete cabeças.

Claro, quando entramos na seara técnica, abordando algoritmos, indexação, rastreabilidade e outros aspectos menos palatáveis, a coisa complica.

Só que, quando falamos simplesmente de aparecer no Google na busca orgânica, e conseguir visitas e leads sem precisar anunciar no buscador, isso todo mundo entende.

Passado o ponto de que todos querem SEO, a mesma pergunta invariavelmente aparece: “mas quanto custa isso?”

Nesse artigo, vamos tentar ajudar você a ter um norte de qual será o tamanho do investimento que o SEO irá exigir, e por quanto tempo. Vamos lá?

Entendendo os custos do SEO

Entendendo os custos do SEO

Antes de entrarmos em detalhes, é preciso ressaltar alguns pontos em relação a valores.

O nosso objetivo aqui não é colocar preço no trabalho de nenhum profissional ou agência, e nem mesmo criar uma tabela de valores a ser praticados e seguidos pelo mercado.

O que queremos é mostrar o esforço necessário para um projeto médio de SEO, e, a partir daí, explicitar qual a verba mínima que será exigida para sustentar esse esforço.

Ou seja, não estamos falando de valor. Estamos falando de custo.

Para tentar ser mais claro, imagine um pintor. Como você definiria o custo mínimo da hora de trabalho dele? Você precisa colocar na conta os materiais necessários e quanto ele precisa receber por mês para sobreviver. Divida isso por 160 horas úteis e pronto, você tem o valor da hora dele.

Só que, ressaltamos novamente, isso é o custo. Dependendo da experiência e qualidade do pintor, ele pode agregar valor ao seu custo, e cobrar um preço ainda maior, devido às suas competências.

A lógica aqui é a mesma. Vamos colocar esses parâmetros em relação ao um projeto de SEO. Dar uma noção da faixa de investimento que você pode esperar.

Nosso objetivo? Evitar que sua empresa compre gato por lebre. Que você ache que está fazendo um bom negócio pagando pouco quando é claramente inviável esse investimento trazer a qualidade necessária.

Dito isso, vamos em frente.

Como funciona um projeto de SEO

Como funciona um projeto de SEO

Como no exemplo que demos do pintor, agora precisamos entender o que compõe um projeto de SEO: quais são as atividades e profissionais envolvidos.

Aqui, vale lembrar que agências e profissionais diferentes irão oferecer metodologias diversas, e por isso o “como funciona” pode variar.

Mas, para efeito de raciocínio, vamos considerar a metodologia que usamos aqui na Flammo, que é baseada em 3 pilares fundamentais, a saber:

  • otimização de site;
  • produção de conteúdo;
  • conquista de backlinks.

Otimização de site

Esse pilar envolve a melhoria técnica do site, ou o que alguns irão chamar de “SEO onpage” ou “SEO técnico”.

Basicamente, será necessário alocar esforço constante para melhorar pontos técnicos do seu canal, tais como velocidade, qualidade do servidor, limpeza do código, rastreabilidade, segurança, funcionamento no celular, dentre vários outros.

Normalmente, quando a empresa já tem um site, o projeto começa por corrigir diversos pontos que estão incorretos no seu canal, e depois é criado um planejamento mensal de monitoramento, correção e otimização, para garantir que o site está tecnicamente adequado.

Produção de conteúdo

Aqui é bem óbvio. Para aparecer na busca orgânica, sua empresa precisa responder as perguntas que as pessoas fazem para o buscador. E essas “respostas” são conteúdos. Textos, vídeos, imagens que estão no seu site.

O que você precisa aqui é determinar o seu público, palavras para as quais quer ranquear, produzir os conteúdos para responder às perguntas e medir/otimizar a performance desses conteúdos.

Conquista de backlinks

Esse é um dos pontos mais artesanais do SEO.

Um backlink nada mais é do que um link de outro site apontando para o seu. Em síntese, trata-se de um “voto de confiança” do outro canal para o site da sua empresa.

Esses “votos” são altamente valorizados pelo algoritmo do Google, porque eles não são fáceis de conseguir, e deixam claro que você tem um bom canal e um bom conteúdo sobre aquele tema.

Aqui a rotina é identificar sites, blogs e portais do seu segmento, entrar em contato com eles e descobrir como fazer para que eles façam menções ao seu site. Um guest post? Uma matéria? Uma entrevista?

Não é fácil, mas é necessário.

Bônus: planejamento e controle

Os 3 pilares que citamos acima são mais orientados à execução, e facilitam o entendimento do que será de fato entregue em um projeto de SEO.

No entanto, existe uma rotina que estará embutida nos pilares, e que precisa ser considerada para que a busca por posicionamento orgânico gere resultados.

Essa rotina é o planejamento e controle. Em linhas gerais:

  • briefing de projeto;
  • definição de personas;
  • definição de palavras-chave;
  • definição de indicadores;
  • relatórios de controle;
  • reuniões de performance;
  • acompanhamento mensal.

São execuções obrigatórias para fazer o kick-off do projeto e depois para situar agência e empresa sobre os andamentos, certificando que o projeto está indo no caminho certo.

Detalhando um projeto médio

Detalhando um projeto médio

Um ponto que é importante levantar é que um projeto orientado a gerar visitas orgânicas não é um produto de prateleira.

Sim, como detalhamos, temos uma metodologia, e aplicamos ela às empresas, só que cada organização está inserida em um contexto diferente, tem dores díspares e irá demandar abordagens específicas para a sua situação.

E, considerando esse raciocínio, o que vai acontecer é que o projeto de SEO não vai ser igual para duas empresas, e, consequemente, o custo desse projeto também irá variar.

Os contextos mais comuns que encontramos de empresas que resolvem investir em um projeto de SEO são:

  • A: empresas sem site: pouca atuação digital, nunca fizeram SEO;
  • B: empresas com site, mas sem tráfego e sem conteúdo: têm alguma atuação digital, já investiram em mídia online (links patrocinados), mas nunca olharam para o SEO;
  • C: empresas com site, conteúdo e tráfego: já investem ativamente em conteúdo, têm bom tráfego orgânico, mas ainda não têm uma atuação específica de SEO, abordando os 3 pilares;
  • D: empresas com SEO ativo: aplicam os 3 pilares e estão avançadas na execução e monitoramento de tráfego e leads orgânicos.

Os contextos mais comuns de serem vistos, e que efetivamente se tornam projetos de gestão de SEO por aqui são o B e C.

No entanto, vamos considerar uma empresa que ainda está pensando em investir em SEO como um complemento da sua estratégia, ou seja, pensemos no contexto B.

Trata-se de companhias que já entendem a diferença de busca orgânica e busca paga, já tiveram alguma experiência com marketing digital e agora querem expandir a sua atuação, olhando para o longo prazo e mantendo um investimento constante.

Premissas de cálculo do projeto de SEO

Premissas de cálculo do projeto de SEO

Agora que estabelecemos o raciocínio e o contexto da empresa que iniciaria esse investimento, avancemos para o cálculo.

Para levantarmos os custos de forma efetiva, precisamos dissecar os seguintes pontos:

  1. Atividades do projeto;
  2. Equipe e custo total;
  3. Cálculo de custos.

Vamos a eles.

1. Atividades do projeto

As atividades são efetivamente as ações que a equipe da agência (ou o profissional) deverá executar para garantir as entregas e consequemente os resultados do projeto.

Como falamos, seguindo a nossa metodologia, tais ações deverão estar ligadas aos pilares de SEO:

  • otimização de site;
  • produção de conteúdo;
  • conquista de backlinks;
  • planejamento e controle.

Atividades de otimização de site

Para entender os esforços necessários para executar esse pilar, vamos entender um pouco sobre a equipe envolvida, as suas entregas iniciais, e as suas entregas recorrentes.

EquipeEntregas iniciais
(começo do projeto)
Entregas recorrentes
(mensal)
Expertise em:
-SEO técnico
-html e css
-javascript
-redação
-auditoria geral do site
-correções críticas
-planejamento de correções
-planejamento de otimizações
-monitoramento do site
-execução de correções
-execução de otimizações

Atividades de produção de conteúdo

Agora, apliquemos o mesmo raciocínio para o segundo pilar:

EquipeEntregas iniciais
(começo do projeto)
Entregas recorrentes
(mensal)
Expertise em:
-redação para web
-conteúdo para SEO
-alinhamento de personas
-alinhamento de palavras-chave
-planejamento geral de conteúdo
-pautas primárias de conteúdo
-calendário de conteúdo
-produção de textos
-medição de performance de textos
-otimização de textos

Atividades de conquista de backlinks

Detalhes das atividades do terceiro pilar:

EquipeEntregas iniciais
(começo do projeto)
Entregas recorrentes
(mensal)
Expertise em:
-redação para web
-conteúdo para SEO
-alinhamento de personas
-alinhamento de palavras-chave
-levantamento de canais
-planejamento de abordagem
-rotina de relacionamento
-calendário de envios
-execução de rotinas
-monitoramento de backlinks
-relacionamento com canais
-abertura de novos canais

Atividades de planejamento de controle

Por fim, especificando rotinas de planejamento e controle:

EquipeEntregas iniciais
(começo do projeto)
Entregas recorrentes
(mensal)
Expertise em:
-conceitos gerais de SEO
-gestão de projetos
-briefing de projeto
-planejamento macro
-formalização de personas
-formalização de palavras-chave
-formalização de indicadores
-monitoramento geral
-reuniões de performance
-relatórios de controle
-revisão de planejamento

2. Alocação por atividade

Agora que temos uma noção por alto das ações envolvidas em um projeto de SEO, vamos tentar estabelecer o esforço necessário em horas para executar cada frente do projeto.

Veja a tabela:

AtividadeResumoTempo estimado
por mês
Otimização de siteMelhorias gerais no site.15h
Produção de conteúdoProdução e otimização de textos.30h
Conquista de backlinksRelacionamento com canais e conquista de links externos.15h
Planejamento e controleDiretrizes gerais de projeto e acompanhamento mensal10h
ESFORÇO TOTAL70h

De cara, você provavelmente está se perguntando:

“Mas se temos entregas iniciais e entregas recorrentes, então o tempo estimado para as primeiras tarefas seria diferente daquele alocado para as ações mensais, não?”

Sim, isso faz todo sentido. Só que para fins de estimativa de investimento, é mais simples pegarmos essa previsão de esforço e rateá-la nos meses de projeto.

Dessa forma, teremos um só número de investimento mensal, ao invés de um valor para o começo do projeto e outro valor para os meses seguintes.

De novo, ressaltamos: isso vai variar de acordo com a agência ou profissional. Cada um terá a sua política de valores e custo particular.

Agora, é necessário explicar um pouco sobre os critérios usados para determinar o tempo de cada atividade, conforme detalhamos na tabela.

Tempo estimado para otimização de site

Na maioria dos projetos, existe uma carga pesada de correções no início, mas isso se estabiliza depois.

De qualquer forma, aqui a nossa estimativa é que o profissional responsável dedique pelo menos 3 horas por semana checando a qualidade do código e outros aspectos técnicos do site, e realizando as correções necessárias.

Tempo estimado para produção de conteúdo

Aqui o nosso referencial é a produção de textos, que é a abordagem primária para um projeto de conteúdo.

Especificamente na nossa metodologia, nós consideramos um mínimo de 4 textos por mês, sendo que cada um deve ter entre 1.000 e 4.000 palavras.

Como você deve imaginar, produzir textos assim não é rápido nem fácil, daí o alto volume de horas envolvidas.

Vale notar também a atividade de conteúdo também considera as rotinas de otimização, onde o responsável irá verificar como os conteúdos estão ranqueando, melhorar títulos, melhorar os textos, adequar a linkagem interna e externa, etc.

Tempo estimado para conquista de backlinks

Além do trabalho inicial de mapear os canais relevantes e o contexto atual de links externos, a rotina dessa atividade envolverá manter o relacionamento com os canais, o que exige consistência e foco semanal.

Nesse caso, a média que estamos prevendo é investir pelo menos 3 horas por semana executando tais rotinas.

Tempo estimado para planejamento e controle

O trabalho de planejamento e controle é mais pesado no início, e depois fica mais estável à medida que a execução toma a maior parte do tempo.

Por essa razão, o trabalho aqui não precisa ser excessivamente oneroso, demandando cerca de 2 horas por semana.

Tempo estimado para esforço total

Considerando as atividades listadas, chegamos a uma estimativa de 70 horas por mês.

Como falamos, essa é uma estimativa de esforço, que pode oscilar dentro do mês de acordo com a estrutura da agência, as demandas da empresa e contexto geral de projeto.

Dessa forma, a premissa geral é que essas horas serão suficientes, e a agência ou profissional não irão ser inflexíveis ao ponto de se limitar ao uso desse total ou não. Acaba sendo uma questão de bom senso também.

3. Equipe e custo total

Como você deve ter percebido, praticamente quase todo o custo que estará envolvido em um projeto de SEO está ligado à equipe de execução.

Isso porque não existem insumos nem matéria prima. Então o custo além da equipe virá do uso de ferramentas (tais como Sem Rush, Ahrefs, dentre outras) e da infraestrutura em geral (água, luz, telefone, etc).

Sendo assim, para termos uma estimativa de custo, precisamos definir quem será a equipe envolvida no projeto, e qual o investimento necessário para mantê-la dedicada.

Partindo das atividades:

  • otimização de site: analista de SEO técnico;
  • produção de conteúdo: analista de conteúdo para SEO;
  • conquista de backlinks: analista de link building;
  • planejamento: gestor de projeto.

Partindo de algumas referências de mercado, vamos tabular esses custos para chegarmos ao cálculo.

Custo médio de uma equipe de SEO:

AtividadeResponsávelRemuneração bruta
(estimada – com encargos)
Valor por
hora útil
Otimização de siteAnalista de SEO técnicoR$ 5.000,00 a
R$ 9.000,00
R$ 31,25 a
R$ 56,25
Produção de conteúdoAnalista de conteúdo para SEOR$ 5.000,00 a
R$ 9.000,00
R$ 31,25 a
R$ 56,25
Conquista de backlinksAnalista de link buildingR$ 5.000,00 a
R$ 9.000,00
R$ 31,25 a
R$ 56,25
Planejamento e controleGestor de projetoR$ 7.000,00 a
R$ 11.000,00
R$ 43,75 a
R$ 68,75

Para termos valores mais realistas, vamos precisar incluir no valor por hora mais duas variáveis:

  • custo da infraestrutura (água, luz, energia, softwares, etc);
  • margem de lucro desejada.

Para uma equipe de execução de 4 pessoas, e considerando que nosso objetivo é ter máxima ocupação dessa equipe, é necessário levar em conta que temos um total de 640 horas úteis para vender por mês (160 horas úteis x 4 pessoas). Então podemos ter as estimativas abaixo:

  • custo da infraestrutura: R$ 8.000,00 a R$ 15.000,00 (R$ 12,50 a R$ 23,44 por hora);
  • margem de lucro desejada: 20%.

Com essas variáveis em mente, conseguimos partir para uma tabela simples de cálculo total do nosso projeto de SEO.

Custo médio do projeto de SEO

AtividadeAlocação
mensal
Custo
equipe
Custo por
infraestrutura
Equipe +
infraestrutura
Valor com
margem de lucro
Otimização de site15hR$ 468,75 a
R$ 843,75
Produção de conteúdo30hR$ 937,50 a
R$ 1.687,50
Conquista de backlinks15hR$ 468,75 a
R$ 843,75
Planejamento e controle10hR$ 437,50 a
R$ 687,50
ESFORÇO TOTAL70hR$ 2.312,50 a
R$ 4.062,50
R$ 875,00 a
R$ 1.640,25
R$ 3.187,00 a
R$ 5.703,13
R$ 3.825,00 a
R$ 6.843,75

Resumindo, um valor médio de um projeto de SEO poderia ficar na seguinte faixa:

  • R$ 3.825,00 a R$ 6.843,75 por mês.

Isso quer dizer que nenhuma empresa pode cobrar fora dessa faixa? Não.

O que isso quer dizer, é que, se você entendeu o raciocínio, vai concordar comigo que é muito difícil ter uma atuação de SEO razoável se não for possível investir pelo menos R$ 3.825,00 ao mês.

E, para tentarmos esgotar qualquer polêmica:

E se a agência ou profissional cobrar menos?

  • Entenda o escopo: o que ela está propondo é parecido com o que detalhamos aqui? Ou é menos coisa?
  • Entenda a equipe: qual a experiência de quem irá cuidar do projeto? Quantas pessoas?
  • Entenda o esforço: qual a alocação? Quais as tarefas?

Na prática, se o escopo for similar ao que detalhamos aqui, é bem provável que a agência ou irá tomar prejuízo ou não vai conseguir entregar o que prometeu.

Então fique de olho, e converse com ela para entender a proposta.

E se a agência ou profissional cobrar mais?

  • Novamente, confirme se o escopo está parecido com o exemplo que montamos aqui. Pode ser que ele seja maior (mais conteúdo, mais horas).
  • Também vale olhar a equipe: os profissionais envolvidos podem ser mais qualificados e mais experientes.
  • O esforço também pode ser maior, devido a particularidades do projeto ou da empresa.

Para uma proposta superior ao número que citamos aqui, em torno de R$ 7.000,00, também pode ser que a agência ou profissional esteja se baseado em valor e não em custo.

Ou seja, ela cobra mais porque pode e porque o trabalho dela vale isso.

E nesse caso, o que sua empresa precisa se preocupar é com o ROI do projeto. Em suma, não interessa o quanto a agência ou profissional de SEO cobram. O que importa é o retorno que esse trabalho irá gerar.

SEO: quanto custa para sua empresa

SEO: quanto custa para sua empresa

O objetivo final desse post é, basicamente, trazer um norte de investimento para projetos de SEO.

Isso porque, infelizmente, esforços orientados a posicionamento orgânico ainda não representam um mercado maduro, e por essa razão muitas empresas não sabem o que esperar ao começar uma conversa de proposta com uma agência de SEO.

Usando uma analogia grosseira, todo mundo quer ter uma Ferrari, mas a maioria das pessoas sabe que não pode arcar com isso.

No caso do SEO, toda empresa quer ter, mas não é muito claro ainda para grande parte delas se isso é um investimento plausível ou não.

Nosso objetivo aqui foi justamente clarificar esse cenário, para que você, gestor, possa priorizar outras frentes caso ainda não tenha essa disponibilidade de capital.

No entanto, se a sua empresa está madura, tem vendas e já está familiarizada com marketing digital, é bem provável que a hora de investir seja agora.

E, nesse ponto, já vale ultrapassar a simples discussão de custo, e pensar em resultados.

Esqueça o custo e olhe para o retorno

Esqueça o custo e olhe para o retorno

Se você tivesse certeza que faria uma venda de 1 milhão de reais, sua companhia pagaria sem pestanejar R$ 100.000,00 para conseguir essa venda, certo? Estamos falando de R$ 900.000,00 de retorno.

Só que, na prática, todo investimento envolve risco, e é por isso que a maioria das empresas, mesmo aquelas que têm dinheiro para investir, não colocam sua verba em projetos de SEO.

Porque elas olham para o custo, e não para o retorno.

Então, avance na discussão e comece a medir o resultado. Porque a sua empresa provavelmente tem sim a faixa de investimento que citamos aqui para colocar em uma agência ou profissional.

Mas isso precisa dar retorno.

Então alinhe isso com a equipe que você contratou. Meça o tráfego e os leads orgânicos. E cruze isso com as vendas.

Esse é o cenário que queremos aqui na Flammo. E que vamos perseguir. Todos de olho no resultado, e não no custo.

CTA SEO para Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *