SEO: um guia completo para chegar na primeira página do Google

A sua empresa pode se beneficiar bastante ao ter o Google como aliado.

Trata-se do serviço mais acessado do mundo e principal direcionador de tráfego para a maioria dos sites da internet.

Se as suas páginas aparecem como sugestão de resultado para buscas relacionadas ao seu negócio, você pode ganhar um gigantesco impulso de visibilidade. Para isso, é necessário implementar uma boa estratégia de SEO.

A sigla SEO significa “Search Engine Optimization”, ou otimização para mecanismos de buscas, em português.

Trata-se de uma série de diretrizes que você precisa adotar para que o algoritmo do Google possa priorizar adequadamente o seu site entre os seus resultados e atrair novos clientes que procuram por termos relevantes.

Trabalhar com SEO envolve estar constantemente adaptando o seu conteúdo para garantir que ele seja corretamente compreendido pelo sistema e aproveite o ganho de visibilidade que o buscador oferece. S

e você quer saber tudo sobre como acertar nessa tarefa, confira o conteúdo deste guia para otimizar seus resultados de marketing!

O que é SEO e como isso funciona?

Para entender o que é SEO, antes, é necessário conhecer o funcionamento do algoritmo do Google.

O buscador consegue sempre entregar os melhores resultados possíveis aos seus visitantes, porque é capaz de rastrear um número vasto de informações na internet. Esse trabalho é feito em busca de sinais nas páginas que indiquem sobre o que se tratam.

Atuar com SEO significa implementar esforços no seu site para facilitar a leitura do algoritmo do Google.

Assim, fica muito claro para ele qual é o tema das suas páginas e elas são adequadamente posicionadas no ranking do buscador para os termos relacionados a elas. Uma vez que o sistema foi capaz de categorizar seu material corretamente, você consegue subir de posto.

No entanto, SEO já não é mais uma novidade. Boa parte das empresas já conhece a importância de otimizar conteúdo e conta com estratégias robustas, envolvendo esse aspecto da manutenção de um site.

Então, fica nítido o quanto é importante garantir a sua otimização, já que a maioria dos seus concorrentes já está trabalhando dessa forma.

Por que é importante investir em uma estratégia de SEO?

O Google pode se tornar o seu principal aliado na busca por mais visibilidade na internet.

Por mais que você invista em anúncios e outras formas de divulgação, elas não são perenes. Ou seja, assim que o seu investimento parar, também cessa o fluxo de visitantes obtido por meio dele.

No entanto, ao otimizar o seu site seguindo as diretrizes de SEO, você estará contribuindo para que o seu conteúdo permaneça em destaque por muito mais tempo, sem a necessidade de pagar por espaço. É um aspecto da manutenção do seu site que você não pode negligenciar.

Isso não significa que o investimento em mídia deve ser descartado. O ideal é que você mantenha um equilíbrio entre otimização orgânica (SEO) e paga (anúncios).

Dessa forma, é possível ganhar em duas frentes diferentes e administrar o seu foco conforme a necessidade. Uma estratégia de SEO pode gerar frutos que podem ser aproveitados por muitos anos.

O SEO não morreu?

Ainda é possível ouvir algumas informações incorretas a respeito de SEO, especialmente, a de que esse tipo de estratégia não é mais relevante ou necessário.

Na verdade, as coisas não são bem assim. Investir tempo e recursos em SEO permanece sendo algo essencial atualmente, mesmo depois de tantas mudanças no meio digital.

Tais rumores têm sua origem principalmente no número de atualizações que o Google faz em seu algoritmo.

Em geral, quem acha que SEO está se tornando irrelevante é quem adota táticas focadas em burlar o sistema para trazer visibilidade ao conteúdo de formas que o Google não permite. Em resposta, ele passou a penalizar esses sites.

Se você sempre atuar em conformidade com as diretrizes do Google, o SEO nunca será ultrapassado.

Basta ficar de olho nas atualizações do algoritmo, para que seja possível saber quando a sua atuação está fugindo do esperado e precisa de correções. Um investimento em SEO significa garantir a sua visibilidade com os esforços certos.

Como otimizar o seu conteúdo seguindo as diretrizes de SEO?

Agora que você já sabe o que é SEO e qual é a importância desse conceito para a sua estratégia de marketing digital, o próximo passo envolve conhecer as principais formas de melhorar a sua otimização.

Existem diversas ações que precisam ser conduzidas para isso e elas devem ser incluídas no seu planejamento.

Veja a seguir as principais práticas de SEO que você precisa implementar em sua estratégia:

Planeje quais palavras-chave usar

Você já deve ter percebido o quanto o uso da palavra-chave certa é decisivo para o sucesso de uma estratégia de SEO.

Portanto, é necessário dedicar um bom volume de atenção à etapa de escolha dos termos que você utilizará para otimizar o seu conteúdo. Não apresse esse momento, já que ele precisa ser cuidadosamente planejado.

Esse trabalho não deve partir de suposições. Utilize um serviço de pesquisa de palavras-chave (como o do próprio Google ou uma alternativa como o Keyword Tool) e procure por sugestões relacionadas aos termos que você deseja.

Tenha atenção à concorrência e ao número de buscas dessas palavras-chave, e opte por aquelas que têm um equilíbrio entre os dois.

Também vale a pena analisar quais são as palavras-chave com as quais os seus concorrentes estão mantendo boas posições no Google.

Pode ser estratégico tentar disputar o espaço com eles ou encontrar oportunidades valiosas em termos relacionados ao conteúdo deles.

Utilize a palavra-chave no conteúdo

Para que o algoritmo do Google entenda que o seu texto está relacionado ao termo que você deseja emplacar, é necessário usar a palavra-chave um bom número de vezes.

O algoritmo do Google é inteligente o suficiente para detectar variações, então, você não precisa repetir sempre exatamente os mesmos termos.

A introdução e a conclusão do seu texto precisam conter a palavra-chave. Durante o desenvolvimento, use o termo quando for natural e necessário. Se possível, utilize-a em um subtítulo.

Tome cuidado com exageros.

Assim como o algoritmo do Google é capaz de entender o contexto das menções à palavra-chave, consegue detectar quando ela está sendo usada artificialmente, com o único intuito de burlar o sistema.

Tal ação é chamada de “keyword stuffing” e consiste em entupir o seu conteúdo de palavras-chave, algo que é penalizado pelo Google.

Configure suas meta tags

As meta tags são partes do código-fonte das suas páginas, de onde o Google costuma retirar informações valiosas para cadastrar seu conteúdo.

Então, se você dedicar o tempo adequado a organizá-las, aumentam as suas chances de emplacar posições melhores no buscador. Não se preocupem, pois não é nada difícil de fazer.

As principais meta tags são estas: título e descrição.

Ambos elementos controlam o que aparece na tela de resultados do Google, então, essa é a sua oportunidade para emplacar a sua palavra-chave e tornar o conteúdo mais atraente para quem vê-lo como sugestão no buscador.

Cuidado para não exceder o limite de caracteres (até 65 para título e 300 para a descrição), senão, seu texto ficará truncado.

Se você utiliza um sistema de gerenciamento de conteúdo como o WordPress, vale a pena instalar um plug-in que permita editar o conteúdo das suas meta tags com facilidade.

Uma recomendação nossa é o Yoast SEO. Além de contar com esse recurso, ele também tem diversas outras funcionalidades voltadas à otimização do seu conteúdo.

Otimize as suas imagens

Quem disse que SEO se refere somente a texto?

As imagens de um site otimizado também precisam estar adequadas para que você consiga aumentar as suas chances de conquistar posições de destaque no Google.

Isso é feito por meio do uso de tags especiais, que devem ser inseridas no seu conteúdo visual para que ele possa aparecer no Google Imagens.

Antes de mais nada, certifique-se de que o nome do arquivo da imagem principal do seu conteúdo é a palavra-chave para a qual você está otimizando.

Não é necessário considerar espaços nem acentos.

Basta se aproximar o máximo possível do termo original com essas limitações. Não há um formato considerado obrigatório, mas cuidado para que ele não seja grande demais (acima de 1 MB).

Em seguida, você precisa inserir as tags “alt”.

Elas precisam estar presentes em todas as imagens do seu conteúdo e servem como uma breve descrição daquilo que está retratado.

Portanto, insira esse texto curto ao visualizar as propriedades da sua imagem no WordPress, ou outro sistema de gerenciamento de conteúdo que tenha esse recurso. Lembre-se de incluir a palavra-chave nessa descrição.

Tenha um layout responsivo

Até aqui, falamos bastante sobre conteúdo e tags do código-fonte, mas a experiência do usuário do seu site também é decisiva para alcançar posições cada vez melhores no Google.

Recentemente, o buscador passou a dar prioridade aos sites responsivos, aqueles que funcionam bem em qualquer tipo de aparelho.

Isso acontece porque o maior objetivo do Google é sempre entregar resultados de alta qualidade ao usuário.

Afinal, ele não quer que o visitante tenha uma experiência ruim ao acessar uma página que não é otimizada para o tipo de aparelho que ele está usando. Você pode sofrer penalidades no ranking se não se adaptar.

Não basta apenas se preocupar em ter o seu conteúdo sendo adequadamente visível em vários formatos de tela.

Responsividade vai além disso e envolve várias outras condições que são características de aparelhos móveis.

Por exemplo, um site responsivo precisa ter seus elementos otimizados para que sejam carregados sem comprometer o plano de dados do visitante.

Utilize uma URL amigável

Até o endereço das suas páginas é um critério relevante para SEO e pode ser decisivo para você conquistar uma posição melhor no Google.

Isso acontece porque o buscador entende que uma URL mais “amigável” (ou seja, fácil de compreender) transmite mais transparência ao usuário, pois ele consegue saber exatamente qual é o seu conteúdo.

Essa ideia está muito abstrata? Então, compare os exemplos a seguir:

  • https://www.seusite.com.br/blog/?p=109
  • https://www.seusite.com.br/blog/ganhar-dinheiro-na-internet

O primeiro caso não traz informação alguma sobre o conteúdo da página.

Trata-se apenas de um código, possivelmente, usado pelo sistema de gerenciamento para cadastrar um post de blog. Quem vê essa URL pode não confiar completamente nela e uma potencial visita pode ser perdida.

Isso é negativo não só para o site como também para o Google, cujo objetivo é sempre entregar bons resultados.

Como você pode notar, a solução ideal é adotar o formato do segundo exemplo.

Nele, fica bastante claro o assunto do conteúdo, que é um artigo sobre como ganhar dinheiro na internet.

Além disso, a URL usa a palavra-chave que o post tenta emplacar, algo ainda mais valioso para resultados de SEO.

Se você usa WordPress, por exemplo, basta acessar as configurações de links permanentes e escolher o modelo correto.

Publique conteúdo de qualidade

O objetivo do Google é sempre o de oferecer bons resultados aos seus usuários.

É por conta disso que ele se popularizou e se mantém como principal mecanismo de buscas da atualidade.

Portanto, se você quer conquistar uma posição de destaque nele, precisa voltar a sua atenção para a qualidade do seu conteúdo.

Pode parecer algo subjetivo, mas as coisas ficam mais fáceis ao entender o que o Google considera qualidade.

O algoritmo dele se torna cada vez mais inteligente, o suficiente para compreender o contexto de cada página.

Inclusive, ele se apoia bastante no comportamento de outros usuários para medir a qualidade daquele conteúdo.

Se muita gente acessa uma página, nota que o conteúdo não tem qualidade e fecha a aba, o Google percebe isso como algo negativo. Tendo isso em vista, você precisa se preocupar com a relevância do seu material para as palavras-chave que está tentando emplacar.

Coloque-se no lugar do seu potencial visitante e analise se o seu conteúdo é capaz de satisfazer as necessidades dele.

Expanda conteúdo já publicado

Ao publicar um artigo no seu blog, não o encare como finalizado para sempre.

Para manter uma relação de sucesso com o algoritmo do Google, você precisa aprimorar as suas publicações constantemente.

Trata-se de uma ótima forma de melhorar a otimização de um conteúdo que não esteja obtendo boa performance.

A maioria dos assuntos pode ser expandida. Basta ampliar a sua base de referências e saber detectar oportunidades no material que você já tem.

Sempre existe a oportunidade de entregar mais informações valiosas ao seu leitor, algo que não apenas será decisivo para sua otimização como também aumentará sua credibilidade.

Tome cuidado para não exagerar. Expandir um artigo apenas para contar com um número maior de palavras não é algo eficaz. Saiba gerar valor em cada inclusão.

Formate seu conteúdo corretamente

Uma boa estratégia de SEO deve se preocupar com a formatação do conteúdo.

Afinal, o algoritmo do Google utiliza certas marcações para compreender melhor o que é cada parte.

Se você deseja conquistar posições melhores entre os resultados do buscador, precisa facilitar o trabalho dele.

Esse é o caso do uso de headers para seus títulos e subtítulos. Trata-se de um código HTML que designa o início de um conteúdo. Não basta deixar a fonte maior e em negrito. Você tem que usar as tags corretas (h1, h2, h3, entre outras) conforme o nível de hierarquia dos seus assuntos.

Isso também vale para outras tags, como a strong.

Ela é usada para dar ênfase em determinadas partes do seu conteúdo, algo que chama a atenção do algoritmo. Que tal usá-la algumas vezes em sua palavra-chave? Não exagere, já que o Google perceberá e poderá penalizar sua página.

Faça links internos em seu conteúdo

Você pode aumentar a relevância das suas páginas internas ao fazer links entre elas.

Isso é particularmente valioso para blogs, já que é possível vincular diversos assuntos diferentes onde for adequado. Por exemplo, se o seu post cita determinada ideia, você pode direcionar o trecho para outro artigo que seja relacionado a ela.

A recomendação principal em SEO é que sejam feitos pelo menos três links internos a cada 500 palavras de um texto.

Se você conseguir atingir tal marca, estará no caminho certo para aproveitar os benefícios dessa ação.

Você pode ir além e desenvolver conteúdo tendo a criação de links internos como um de seus objetivos. Aí está uma oportunidade para não só aumentar o seu volume como também fazer mais um link interno.

Conquiste links de outros sites

Em sua base, o algoritmo do Google funciona ao compreender a autoridade que um site tem a partir da reputação dos sites que fazem links para ele.

Foi assim que o buscador construiu uma rede tão vasta de resultados: analisando de que formas cada página está vinculada às outras.

Ou seja, se você quer obter mais visibilidade com SEO, precisa chamar a atenção de outros sites.

Não caia na tentação de querer burlar o sistema e acumular um grande número de links irrelevantes.

O algoritmo do Google é inteligente o bastante para perceber quando um site que não tem nada a ver com o seu faz um link para você.

Tal vínculo não terá força alguma e pode até penalizar a sua visibilidade. Essa dica somente funciona se as duas páginas têm relação temática.

Você pode apostar em guest posts em outros blogs.

Isso consiste em se aproximar de outro espaço de publicação da sua área e oferecer um conteúdo seu. Em troca, você pode fazer links para o seu próprio blog, fazendo com que o Google perceba que ele está recebendo vínculos de uma página externa.

Converse com outros players do seu mercado e firme parcerias estratégicas.

Otimize o conteúdo para locais específicos

Você já ouviu falar em SEO local?

Trata-se de um tipo de estratégia que consiste em otimizar o seu conteúdo para certas localizações, aumentando consideravelmente a sua relevância caso se trate de um critério válido para a sua empresa.

Se você quer aparecer como sugestão para pessoas de determinadas regiões, vale a pena seguir por esse caminho.

Para atuar com o SEO local, você precisa deixar bem claro para o algoritmo do Google que o seu conteúdo se refere a determinada cidade ou bairro.

Tente emplacar esses termos com a sua palavra-chave. Por exemplo, “comprar tênis em Campinas” é um tipo de busca local que pode gerar ótimos retornos para você se a devida otimização for feita.

Trata-se de algo bastante valioso para estabelecimentos físicos, como lojas, restaurantes, clubes, entre outros.

Para aumentar ainda mais as suas chances de sucesso, cadastre-se no Google Meu Negócio. Lá, será possível inserir todas as informações da sua empresa, como endereço, telefone e horário de funcionamento.

Como estruturar a sua estratégia de SEO?

Agora que você já sabe de tudo o que precisa fazer para melhorar a otimização do seu conteúdo e conquistar boas posições no Google, falta desenvolver um planejamento adequado para organizar as suas ações.

Sem isso, será muito difícil atuar de maneira estratégica para atingir os objetivos que deseja.

Comece realizando uma varredura em seu site em busca de possíveis problemas que possam ocasionar penalidades junto ao Google.

Truques que prometem alavancar a sua visibilidade muito rápido e sem esforço costumam ser os principais responsáveis por derrubar a sua posição. Não deixe que isso aconteça.

Novas oportunidades de palavras-chave devem sempre estar relacionadas à sua área de atuação e conteúdo.

Não faz sentido querer emplacar um ranking bom para termos irrelevantes, já que isso somente vai desagradar quem buscar por eles no Google. Concentre-se apenas em iniciativas que agregarão mais valor ao visitante.

Quais os próximos passos?

Os seus esforços de SEO não devem parar por aqui.

Mantenha-os em execução constante para que seu conteúdo sempre tenha boas chances de conquistar posições de vantagem entre as sugestões do Google.

Faça com que o buscador trabalhe a favor da sua visibilidade. Dessa forma, é possível alavancar as suas visitas e negócios de maneira substancial.

Ademais, acompanhe as atualizações que são feitas no algoritmo do Google.

Afinal, ele está em constante transformação para sempre trazer resultados de maior qualidade aos seus usuários. Você precisa acompanhar essas mudanças no SEO e se adaptar para não ter sua visibilidade prejudicada.

Fique por dentro de mais iniciativas que podem gerar benefícios para a sua empresa. Cadastre o seu e-mail em nossa newsletter e comece a receber nosso conteúdo em sua caixa de entrada!

CTA Prejuízo de Não Estar no Google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *