Anúncios Google Ads: erros mais comuns

Anúncios Google Ads: 5 erros mais comuns e como evitá-los

O Google Ads se tornou uma das principais referências quando o assunto é links patrocinados.

Porém, muitos usuários da plataforma cometem alguns erros ao criar esse tipo de anúncio.

Seja por falta de experiência ou por causa de profissionais que deixam escapar algum detalhe na hora de configurar a conta, existem alguns erros que podem gerar grandes prejuízos para a empresa.

Como funciona o Google Ads?

Na plataforma de publicidade do Google pode escolher o tipo de campanha conforme as opções disponíveis.

A mais tradicional, principalmente para quem está começando a utilizar a ferramenta, é a de links patrocinados dentro da Rede de Pesquisa, que além do Google pode incluir sites parceiros do buscador.

Esta é a mais interessante pelas opções de configuração da sua campanha.

Em essência todas as campanhas no Google Ads são baseadas na concorrência e todos os anunciantes concorrem entre si através de um sistema de leilão.

No modelo mais tradicional a disputa é pelo preço da palavra-chave. Dificilmente dará a sorte de ter interesse numa palavra pouco concorrida (valor baixo) e que irá trazer um bom retorno (cliques), mas existem algumas práticas que pode seguir para garantir certa qualidade em suas campanhas.

Listamos a seguir 5 erros que todo anunciante precisa evitar para obter os melhores resultados em suas campanhas no Google Ads. Vamos conferir?

1. Errar na definição do público-alvo

Errar no momento da segmentação do público-alvo é um dos erros mais comuns entre os anunciantes no Google Ads.

Antes de qualquer ação, é necessário realizar um planejamento de marketing e definir com exatidão qual o perfil da persona que a empresa pretende alcançar.

Segmentar para o público errado aumenta os custos e diminui o desempenho da campanha.

Isso porque você estará atraindo visualizações irrelevantes para seus anúncios e ainda pagará por cada clique (lance de CPC), exibição (CPM) ou conversão perdida (CPA).

Lembrando que cliques ou visualizações desnecessárias contribuem para que seu orçamento diário seja consumido mais rapidamente.

2. Escolher palavras-chave de baixa qualidade

Boas palavras-chave são aquelas que representam exatamente o que está sendo anunciado, afinal, elas são o caminho do cliente para sua empresa.

É importante gastar um pouco mais de tempo estudando as melhores palavras-chave para suas campanhas. Dessa forma, você conseguirá criar uma lista de palavras de qualidade para seus anúncios.

O ideal é utilizar palavras-chave com duas ou mais palavras, ou seja, aquelas que melhor descrevem o produto ou serviço oferecido.

Também é importante evitar usar palavras genéricas, pois aumentam o risco de cliques irrelevantes.

Uma recomendação é utilizar o Google Trends para saber quais as principais tendências de pesquisas naquele momento.

Use também as “correspondências de palavras-chave” ou até mesmo palavras-chave negativas para evitar a exibição do anúncio em pesquisas indesejadas.

3. Definir páginas de destino incorretas

Este é um dos erros em anúncios no Google Ads mais recorrente entre os anunciantes.

Direcionar o usuário para a página inicial ou para páginas pouco relevantes e confusas podem fazer com que os potenciais clientes desistam de conhecer o seu produto.

Além disso, será um clique desnecessário que terminará em uma conversão não realizada.

4. Não acompanhar as métricas

Uma das maiores vantagens de anunciar no Google Ads é que tudo pode ser mensurado e analisado.

A plataforma oferece aos usuários inúmeros relatórios para análise e diagnóstico do desempenho das campanhas, desde a quantidade de exibições, horários de exibições, quantidade de conversões até o ROI das campanhas.

Sendo assim, não acompanhar as métricas pode ser um grave erro. Isso porque a análise das métricas permite ao anunciante identificar as falhas e propor modificações para garantir a melhor performance das suas campanhas.

5. Criar orçamentos diários muito baixos

No Google Ads, o erro em relação ao orçamento é uma questão muito delicada.

Assim como qualquer investimento, os retornos são diretamente proporcionais aos investimentos.

Isso quer dizer que, na hora de definir o orçamento diário, é preciso definir valores que sejam acessíveis para o anunciante, mas que também sejam competitivos no mercado.

Definir um lance de CPC muito baixo pode fazer com que o orçamento se esgote rapidamente, restringindo a exibição dos seus anúncios naquele dia.

Uma dica é estudar os concorrentes para conseguir definir uma média de lance diário que seja capaz de competir com eles.

Vale lembrar que o Google Ads jamais cobrará mais que o valor preestabelecido no orçamento diário. Assim, a partir do momento que orçamento diário se esgotar, seus anúncios pararão de ser exibidos pelo restante do dia.

Por fim, é indispensável que o profissional de marketing e os gestores estejam atentos a todos os erros citados acima. Eles influenciam diretamente o índice de qualidade, tornando os anúncios no Google Ads irrelevantes e com baixa qualidade.

Quanto maior a quantidade de erros, menor será este índice. Isso prejudicará o ranqueamento para exibição dos anúncios aos usuários do Google e prejudicará o sucesso da estratégia.

Dicas para preparar sua campanha no Ads

Não existem segredos para se cadastrar na ferramenta e seguir os primeiros passos, mas é importante que tome alguns cuidados no momento de criar suas campanhas e seus anúncios para tentar garantir os melhores resultados.

Vamos ver algumas práticas recomendadas no momento de criar sua campanha no Google Ads.

Tenha um planejamento

O planejamento serve principalmente para traçar o objetivo de sua campanha. Mas é importante para listar concorrentes, verbas, configurações, estratégia utilizada e demais detalhes de sua campanha.

Dê foco às palavras-chave

A primeira dica é evitar palavras-chave muito concorridas (valor clique alto) e ser o mais segmentado possível no momento de escolher as suas.

Por exemplo, confira a lista de palavras abaixo:

“encomendas de bolos de casamento”

“encomendas de bolos para festas”

“encomendas de bolos”

Nestas três palavras é fácil imaginar que a última terá mais cliques, uma vez que a mesma é mais genérica.

Portanto, se não aceitar encomenda de qualquer tipo de bolo pode ser o caso de não usar para evitar gastos desnecessários.

A primeira seria a mais segmentada e provavelmente a que receberá menos cliques, porém, serão cliques numa qualidade maior.

E a segunda é o meio termo, onde pode considerar o uso de acordo com o desempenho da campanha.

Gerencie continuamente

O simples exemplo das palavras-chave deixa claro como estar sempre monitorando e analisando os resultados pode ser importante.

Depois de preparar sua campanha a mesma ficará mais genérica ou segmentada. No acompanhamento pode realizar uma série de ajustes para que a verba seja aproveitada da melhor maneira.

Utilize landing pages

Numa campanha jamais direcione os visitantes para uma página comum ou pouco otimizada.

A ideia é conquistar o visitante e fazer com que o mesmo realize a conversão. Para isso utilize landing pages, pois aumentam suas chances de sucesso.

Continue aprendendo

A última dica não poderia ser diferente. Estude ao máximo sobre a ferramenta, suas configurações e tente ter insights através de seus relatórios de campanhas.

É neste momento que descobre os melhores horários, palavras-chave e tudo que é preciso para obter o desempenho desejado.

Agora que você sabe mais sobre o Google Ads, não deixe de investir, pois ainda é uma das mídias mais baratas e pode trazer excelentes retornos para qualquer tipo de negócio.

Tem dúvidas? Deixe um comentário!

Um comentário para “1”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem compromissos para você.
Enviaremos um email em até 2 horas úteis.

Faça uma busca