3 situações em que um hotsite é a melhor opção

Se você já acessou a internet com o objetivo de comprar ingressos para algum festival de música, fazer inscrição no vestibular ou mesmo para participar de um sorteio, provavelmente já se deparou com um hotsite. Você sabe o que significa criar um hotsite?

Conforme o nome em inglês já indica, hotsite é um “site quente”, que dentro de uma estratégia de marketing pontual, é feito para ficar pouco tempo no ar, mas o suficiente para causar grande impacto sobre o público-alvo.

A ideia ainda não ficou suficientemente clara? Então continue a leitura deste post e entenda qual é a melhor hora de lançar um hotsite que seja realmente hot!

As diferenças entre um site e um hotsite

Antes de apresentar as principais situações de uso, é importante explicar melhor o que é hotsite e sua diferença para um site tradicional.

Basicamente, o hotsite é uma página destinada a uma ideia única/específica da empresa, enquanto um site engloba o todo. Muita gente acha que a diferença está no tamanho e no número de seções. É claro que um hotsite tende a ter menos textos e seções exatamente por focar na objetividade e na clareza da apresentação do conceito, mas não existe uma regra geral que dite uma quantidade máxima de textos e links a serem usados e que possa servir como uma forma de diferenciar os dois formatos citados.

Vale ainda mencionar que o hotsite também tem um período determinado de uso, geralmente de dias ou meses, enquanto um site institucional, por exemplo, é atemporal.

Confira outras características de um site:

  • a página principal é o carro-chefe da presença web de uma empresa;
  • funciona para objetivos comerciais mais amplos, como uma loja ou vitrine virtual etc.;
  • apresenta conteúdos mais aprofundados;
  • tem uma estrutura mais complexa;
  • o SEO é mais focado em uma apresentação geral dos serviços.

Agora veja outras características de um hotsite:

  • uso de subdomínio ou domínio adicional;
  • estrutura mais compacta;
  • foco em conversão;
  • forte apelo visual.

Como vimos, as diferenças são bem significativas, e compreendê-las é fundamental para realmente criar um site que seja hot e aproveitar todas as vantagens geradas por ele.

As vantagens de um hotsite

Falando em vantagens, é fundamental demonstrar algumas delas. Dar mais destaque a determinado serviço ou produto é uma das mais importantes, pois muitas vezes se tem grandes expectativas de venda, de forma que o produto/serviço em questão não pode ficar “escondido” junto aos demais itens comercializados.

Melhorar a comunicação da empresa com o público também é uma das grandes vantagens do hotsite. O maior poder de síntese e a objetividade na elaboração do conteúdo — além de produzi-lo de forma mais específica — contribuem para esse resultado.

A capacidade de segmentação também aumenta bastante, já que mesmo que não haja a criação de uma persona específica para cada hotsite, ela já existe — provavelmente está englobada no perfil de cliente que a sua empresa criou — e virá de forma natural até a sua página.

Quando houver necessidade de criar uma estratégia mais segmentada, o próprio formato do hotsite é um grande mecanismo de atração, bastando passar o conteúdo de forma a atingir a persona e fazer uma campanha de divulgação bem estruturada.

É possível ter custos reduzidos com o hotsite pelo fato de muitas hospedagens permitirem a inserção de mais de um site no plano contratado, não comprometendo o custo mensal. Quando for necessário fazer um investimento nesse sentido, é possível negociar a contratação por um período determinado de tempo.

Por fim, é preciso citar a capacidade de personalização que o hotsite oferece. Isso pode ser visto tanto na criação de um conteúdo mais específico quanto no uso de um endereço eletrônico escolhido especialmente para a estratégia, além da criação de campanhas altamente personalizadas e focadas no objetivo do hotsite.

A seguir, confira as principais situações para se utilizar um hotsite.

As 8 situações em que o hotsite é a melhor opção

1. Promover eventos ou lançar produtos

Apesar de contarem com a mesma estrutura de um portal — a começar pelo wireframe, passando pela home, páginas internas, formulários, programação, entre outros elementos —, os hotsites apresentam conteúdo bem mais objetivo, além de serem mais interativos e dinâmicos. Isso tudo justamente para cumprirem a meta de transmitir uma informação rápida e clara para o público-alvo acerca de eventos com prazo determinado para ocorrer, bem como produtos que acabaram de ser lançados.

Quer um exemplo? Sua banda preferida anuncia uma grande turnê no Brasil, mas seu site oficial, além de estar em inglês, não traz informações específicas sobre os preços dos ingressos, as datas disponíveis e os locais dos shows por aqui. Se seus ídolos forem bem assessorados pela equipe de marketing, disponibilizarão um link para o hotsite da turnê brasileira, alcançando quem estiver em busca de ingressos.

Essa capacidade de se adaptar a situações permite entender melhor o que é hotsite e como utilizá-lo de forma favorável para determinadas ações da sua empresa.

2. Aliviar o tráfego em portais ou sites oficiais

Os hotsites geralmente são ótimas soluções encontradas por empresas e instituições na hora de divulgar um grande volume de informações que interessa a um público específico em um curto intervalo de tempo — como resultado de provas, gabaritos ou a restituição do Imposto de Renda.

Por meio de um anúncio em formato splash, a homepage dessas instituições pode automaticamente redirecionar o tráfego mais pesado para o hotsite, impedindo que a página oficial entre em colapso e saia do ar em função do elevadíssimo número de acessos simultâneos.

Ao mesmo tempo em que alivia o tráfego, uma das grandes vantagens do hotsite é levar um público mais interessado no produto ou na ação que está sendo oferecida, o que faz aumentar o volume de vendas.

3. Bombar a estratégia de SEO

Como a estratégia de SEO exige planejamento para a montagem de suas engrenagens, demanda um pouco mais de tempo até que as personas percorram os devidos ciclos e comecem a se transformar em leads qualificados. Nessa estratégia, as primeiras vendas nem sempre acontecem em um prazo desejável por clientes apressados. Nesse caso, o hotsite atua como um anabolizante das rotinas de otimização nas buscas, fazendo com que os leads apareçam mais rapidamente e em grande quantidade.

Imagine um blog de faculdade que já implementou o SEO. Em dado momento, essa instituição de ensino pode apresentar a demanda de uma larga campanha de captação para inscrições no seu vestibular. Nesse caso, devido ao curto espaço de tempo, não será viável esperar que um grande número leads surja exclusivamente por meio de acessos ao blog — usar um atraente hotsite para divulgar o evento e angariar inscrições pode ser a solução mais adequada para atender às expectativas do cliente.

4. Divulgar promoções e concursos

Promoções e concursos também são ótimos motivos para criar um hotsite. Por serem ações mais específicas e que precisam de espaço para a inserção de determinadas informações como regulamento e explicações gerais, utilizar um espaço só para eles é uma excelente medida.

Esse tipo de direcionamento pode ser considerado uma ação “quente”, o que exige uma estratégia que foque nesse ponto. Uma rápida pesquisa vai mostrar que até mesmo as grandes marcas utilizam esse formato de página para criar promoções e concursos.

Se elas utilizam, é por que conseguem enxergar o quão funcional é o hotsite, gerando mais funcionalidade para o processo — lembrando que o hotsite deve trabalhar em prol do alto impacto, sendo que esse é o objetivo principal da utilização dele em uma campanha específica.

Logo, unir a criação de um hotsite às estratégias sólidas de divulgação faz com que a ação criada se converta em ótimos resultados.

5. Detalhar uma ação específica da marca

Como já diz o nome, uma ação específica precisa de mais detalhamento, elemento que por si só exige uma exposição mais direcionada das informações. Quando falamos em ação específica, aqui está incluído tudo o que a sua empresa entender como válido divulgar.

Vamos supor que ela queira divulgar a abertura de uma nova filial. Por que não utilizar um hotsite para isso? Além de ser uma ação específica, a busca também é por um público específico, como os moradores da região em que a filial será aberta.

A única recomendação é avaliar tanto o alcance do hotsite para esse tipo de divulgação quanto a relevância dessa informação para o público. Uma boa análise interna ajuda a determinar se ela é válida ou não, por isso não deixe de lado um bom planejamento antes de lançar qualquer ideia relacionada a um hotsite.

6. Melhorar o posicionamento da empresa

Pense e responda: por que você usaria somente uma estratégia se existem outras que podem melhorar o posicionamento da marca?

A resposta para essa pergunta ajuda também a entender o que é hotsite, afinal, a utilização dele é excelente para quem busca um posicionamento de mercado melhor.

Mais do que um mecanismo para realizar determinada campanha, o hotsite é uma ferramenta de utilização contínua, e oferece a oportunidade de criá-lo sempre que se entender necessário.

Com o tempo e a experiência obtidos na criação dos hotsites anteriores, é possível ter mais expertise para utilizar melhor esse recurso, aproveitando todas as vantagens do hotsite e fazendo ele trabalhar em prol do seu negócio.

7. Divulgar novidades

Divulgar as novidades da sua empresa por meio de um hotsite é uma maneira excelente de levá-las com mais destaque para o público. A inclusão de novos produtos no seu portfólio é um excelente exemplo disso.

O ideal é utilizar mecanismos que permitam uma interação e não tenham foco somente na divulgação das novidades. Se novos produtos estão sendo lançados, que tal sortear alguns exemplares?

O sorteio gera expectativa e desperta a curiosidade de tal forma que, ao não ser sorteado, a tendência é o consumidor comprar o novo produto para conhecê-lo. Além disso, quem foi sorteado e obteve uma boa experiência provavelmente vai comprar novamente.

8. Focar em datas comemorativas

As datas comemorativas são muito utilizadas na hora de elaborar promoções, mas por que não ir além e construir um hotsite especificamente para comemorar essa data?

Utilizar essa estratégia em conjunto com o e-mail marketing é uma ótima maneira de atrair o público e favorecer a conversão. Por mais que seja um pouco duro dizer isso, os clientes não se importam muito com a existência da data em si, mas com o que podem lucrar com as ações criadas em volta dela.

Dessa forma, o hotsite favorece a interação, gera mais expectativas e eleva o alcance de resultados. Se o objetivo é gerar um grande volume de vendas na data em questão, utilizar esse formato de página é de grande valia.

Bônus: atenção para a relevância

Embora tenha muito potencial, um hotsite pode ser considerado como uma estratégia partindo de princípios incorretos. Isso é comum quando a empresa enxerga esse canal de forma isolada, sem pensar em como ele vai capturar visitas e transformar esses visitantes em leads. Nesse contexto, o departamento de marketing muitas vezes está mais preocupado com o visual e com a apresentação do hotsite do que com o retorno em si.

Fazendo uma analogia simples, um hotsite seria como um quiosque de vendas da sua empresa, alocado em um ponto com potencial de vendas. Agora faça a seguinte reflexão: a existência desse quiosque é relevante? Seria melhor direcionar essas pessoas para a loja principal?

Em situações assim, se o quiosque não for atrair vendas o suficiente para pagar o investimento, é melhor você concentrar os seus esforços na sua loja principal, ou seja, no seu site.

Quando bem aplicado, o hotsite se transforma em uma estratégia poderosa de marketing digital. No entanto, é preciso que essa ferramenta tenha, acima de tudo, um grande apelo visual, mantendo-se dentro dos moldes do design responsivo e de última geração — além de, é claro, oferecer serviços que atendam às demandas do público-alvo e satisfaçam a empresa que divulga seu serviço ou produto. Tudo isso sem deixar a campanha esfriar — afinal, quando falamos de hotsite, quanto mais quente, melhor!

Bônus 2: passo a passo para criar um hotsite

Agora que você já sabe mais sobre a importância de um hotsite e quando utilizá-lo, que tal aprender a criar um? Abaixo, listamos alguns itens importantes que você deve seguir para obter sucesso na elaboração de um hotsite realmente capaz de gerar resultados. Acompanhe:

Domínio específico ou subdomínio

Conforme mencionado, um hotsite exige a criação de um domínio específico ou de um subdomínio. Considerando que o hotsite é uma ação de durabilidade curta e que precisa atingir o máximo de resultados nesse período, o nome a ser utilizado nesse domínio é de suma importância.

O principal motivo é que ele deve ser capaz de destacar logo de cara o título da sua campanha, bem como os objetivos dela. O visitante precisa entender de forma rápida a ideia e ficar mais disposto a realizar as ações propostas pela página.

Outras dicas importantes para acertar nessa escolha são:

  • escolher um nome fácil de digitar, pois isso é fundamental para obter sucesso e garantir um bom número de acessos;
  • utilizar nomes curtos;
  • incluir a sua palavra-chave no domínio;
  • escolher um nome que não fuja do seu nicho;
  • evitar nomes confusos ou ambíguos;
  • focar em um nome fácil de ser memorizado;
  • trazer originalidade;
  • não usar hífens ou letras maiúsculas;
  • usar números somente quando for estritamente necessário.

Layout de qualidade

Depois de escolher o domínio ou o subdomínio, é importante criar um layout de qualidade e que seja realmente atrativo para o seu público. A parte visual é muito importante dentro um hotsite, pois ela ajuda a gerar um grande impacto e cativar a atenção das pessoas.

Sendo assim, é fundamental destacar as principais informações da página com o uso de cores escolhidas de forma inteligente. Essa escolha deve levar em conta alguns critérios como a identidade visual da sua marca, cores mais aceitas dentro do seu nicho e também a visibilidade e a coerência da aplicação delas.

Isso ajuda a diferenciar o conceito de forte apelo visual com o exagero de cores, dois itens que são normalmente confundidos e que, se não forem bem compreendidos, podem prejudicar toda a estratégia.

É sempre recomendado fazer um rascunho e, com isso, realizar os testes necessários antes de colocar o hotsite no ar. Ao fazer essa ação, é possível se colocar no papel do usuário e verificar previamente como seria a experiência dele.

Como o hotsite é focado em venda e na exposição por um curto período, o layout precisa estar 100% alinhado para ir ao ar de maneira funcional, já que não há muito tempo para fazer os ajustes apontados pelos indicadores.

Tempo de permanência

O hotsite é como um produto perecível. A sua vida útil é curta e ele precisa ser consumido logo. Sob esse aspecto, é preciso determinar por quantos dias o hotsite ficará no ar.

A partir disso, é possível definir quais métricas serão utilizadas, o que permite entender melhor os resultados da campanha. Um hotsite que ficará no ar por 30 dias apresenta mais elementos de análise e pode abranger indicadores mais completos.

Já um hotsite que vai ficar 3 ou 4 dias no ar demanda a utilização de métricas mais objetivas e que permitam facilmente medir os resultados obtidos — ponto extremamente válido para a criação de campanhas ainda melhores no futuro.

Testes do layout

Acima, falamos da importância de testar o layout do hotsite antes de colocá-lo no ar. No entanto, essa necessidade se estende a todos os elementos da página. Antes de publicá-lo, é altamente recomendado fazer uma análise geral.

Essa medida permite revisar e melhorar as informações, corrigir erros gramaticais, incluir novas ideias e também eliminar falhas técnicas.

Além de testar a página em si, o próprio uso de um hotsite funciona como um teste. Ele serve para validar uma ideia e para mostrar quando é mais adequado utilizá-lo dentro da sua estratégia.

É crucial fazer uso dessas páginas somente quando necessário e quando elas demonstrarem ser realmente a opção mais adequada para atingir os resultados desejados. Por ser uma estratégia funcional, muitas empresas cometem o erro de usar vários hotsites sem fazer qualquer tipo de planejamento e passando para a ferramenta toda a responsabilidade pelo sucesso.

Esse é um grande erro, e atrapalha tanto o público quanto o seu time de marketing ou a agência de marketing digital contratada — fato que influencia bastante nas suas ações e não possibilita aproveitar todas as vantagens do hotsite nas suas campanhas.

Com o vasto panorama apresentado, você tem agora um excelente guia para criar um hotsite de sucesso e altamente direcionado para os seus objetivos. Por isso, não deixe de colocar essas dicas em prática e consultar este post sempre que necessário, pois ele serve como um elemento norteador para a sua empresa utilizar toda a força que um hotsite tem.

Que tal se aprofundar no assunto e conhecer as principais diferenças entre um hotsite e uma landing page? Confira este post incrível que explica, de forma clara, quando utilizar um ou outro na sua estratégia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *